domingo, agosto 07, 2016

Escavado. Charles Fonseca. Poesia

ESCAVADO
Charles Fonseca

É tão dor amar-te e ainda
saudade cada instante
de ti qual um infante
idosa a chorar finda

A minh'alma corpo presente
este verso tão mal lavrado
tua prosa rara escavado
meu peito dele tu ausente.