terça-feira, julho 04, 2017

Minha veia poética está dormindo. Só acorda se houver intensa emoção