terça-feira, junho 20, 2017

A partida. Charles Fonseca. Poesia

A PARTIDA
Charles Fonseca

Eu ao pé da cama
Ele da cabeceira
Olha vez derradeira
Pra mim a mão levanta.

Nada diz só olha
Antes que a noite
Lhe chegue e açoite
Luz que vai embora.

A sós eu e ele
É meu pai que parte
Perdeu o combate
Vai pra sempre a Ele

Eu ali tão só
Ele ali tão indo
De mim foi sorrindo
Dar o corpo ao pó.