terça-feira, fevereiro 21, 2017

Canela e cravo. Charles Fonseca. Poesia

CANELA E CRAVO
Charles Fonseca

As meninas lá da roça
Poem na face um carmim
Têm no corpo um cheirim
Ai que bom digo em troça

Este vate trova o travo
Quer pra ele um beijim
Doce devagar assim
Sobe ao céu canela e cravo