segunda-feira, fevereiro 13, 2017

Amaralina. Charles Fonseca. Poesia

AMARALINA
Charles Fonseca

Era um fim de tarde Era boca da noite Ela em ardores topas? Topo, vem e invade.