quarta-feira, dezembro 21, 2016

Tempo e riqueza. Charles Fonseca. Prosa

TEMPO E RIQUEZA
Charles Fonseca

Confesso, sou rico. Tenho cara disso. Cara amiga, sorte minha ter você de mim vizinha. Não tem jeito. Só sei escrever assim. Dizendo logo a verdade, essa sim a minha herdade. De modo que esta herança uso com prazer e dando prazer, se me permite. Mas tenho que atender a toda a minha pulsão erótica. Não só a de gostar e de receber afagos tácteis, quanto olhares de mormaço, quanto aromas marinhos, serve também os lacustres e silvestres. De ouvir os passarinhos, o eu te amo ou similares, gemidos, olhares que falem. Silêncios que reverberam em minha alma carente. Não fiquem tanto ausentes, morro de amores, um boa noite e não tenho insônia. Este nome tem u’a história mas só depois, muito depois, conto aos iniciados. Continuamos? Pois bem, tenho que administrar todas estas carências da minha pulsão. Gosto de mordiscar, também. Faz muito bem. E de escrever o que não sei falar, esta a minha maior pobreza, alteza. Agora diversificando por estas crônicas um tanto anacrônicas, talvez, mas muito analógicas. Sentiu a lógica? Depois da internet então, adeus solidão, adeus horas vagas, adeus, adeus. Mas não vale viciar nela. Todo dia um pouquinho, a qualquer hora, ver as notícias dos principais jornais, ler os e-mails, blogar, facebookar, é pouco? Não é não. Assim vou tentar estabelecer um tempo pra ela, não tão rígido, também amoleço, um certo limite, digamos. A meta, uma hora dia. Um dia, quem sabe, consiga. Tenho que dar tempo ao meu jardim, aos que me amam e estão ao lado, aos distantes que moram no meu coração, ainda tem espaço a ocupar, não esmoreça, questão de tempo, de vagar, devagar se vai ao longe. Vê, gastei 25 minutos até aqui. Você leu em menos de cinco. Mas você merece. Ainda vou postar estes rabiscos no Facebook para o público em geral, para os que curtem minha página de prosa, poesia e fotografia, para grupo de médicos artistas e para um que tem por título ‘você é muito especial’. E você é, creia. Não esmoreça.