quarta-feira, novembro 02, 2016

Finados. Charles Fonseca. Poesia

FINADOS
Charles Fonseca

Os sinos dobram finados
Chamando os vivos mortos
A lembrar que há outros portos
Bem além cabos dobrados

Na travessia dos mares
No repouso ressurretos
Pros do bem de alma retos
Pros do mal só resta o hades