segunda-feira, agosto 29, 2016

Também. Charles Fonseca. Poesia

TAMBÉM
Charles Fonseca

Há um profundo mistério há saudade
Um amar demais parece não e é
Tantos os anos e a mesma mulher
A mim me encanta a sua bondade

A sua ternura o seu querer bem
A todos a mim também nos meus planos
A ela dedico meus término de anos
Na terra, no céu, a espero também.