segunda-feira, agosto 15, 2016

Pelos. Charles Fonseca. Poesia

PELOS
Charles Fonseca

Abundantemente bela à vista
Onde o mar quebra praia sereia
Ela não saia biquíni areia
Refúgio em meu olhar conquista

Bem no fundo da minha retina
Retinta de mil cores morenas
Peitos coxas à brisa melenas
Pelos mechas caracóis acima.