segunda-feira, julho 18, 2016

Reticências. Charles Fonseca. Poesia

RETICÊNCIAS
Charles Fonseca

Entre sóis as reticências
são três pontos céu azuis,
há mil olhos ao léu,
três marias confidências

A piscar se distanciam
correm céu e sós silentes
fogem a olhar reticentes
certas de nós desconfiam.