sexta-feira, julho 22, 2016

Ah, se o estulto soubesse o quanto que ele é!