terça-feira, junho 28, 2016

Uma pedra. Charles Fonseca. Poesia

UMA PEDRA
Charles Fonseca

Uma pedra foi ao fundo
Do leito lago, balanço,
Pós ondas segue o remanso,
Das tantas que teve o mundo.

Uma pedra afundou
No peito do ser amante
Qual num lago azul distante
Do céu que ele espelhou.